¿O que é câncer de cólon? Por que aparece?

Colon.jpg

CÂNCER DE CÓLON

O câncer de cólon para a medicina tradicional se deve a uma célula maligna que apareceu magicamente e começou a devorar o corpo, com o objetivo de comê-lo completamente. Parece engraçado, mas com os anos de consulta, ouvi como os consultores me disseram a maneira como o médico teve que diagnosticar o câncer de cólon, uma pessoa foi informada “imagine que você tem um cachorro faminto dentro do seu corpo” …, outro foi informado “finja que seu corpo ficou louco e está atacando você”. Outro foi informado de que essas células eram tão malignas que, se não fossem removidas, ia destruí-la; outro foi informado de que, se não removessem essas células malignas, o tumor cresceria tanto que acabaria vomitando “cocô”.

anatomia.jpg

É assim que os diagnósticos são aberrantes, e o nível de brutalidade não está muito atrás do nível de ignorância que eles têm sobre o assunto.

Se você perguntar para um mecânico ¿que é e para que serve qualquer parte do carro? Ele responderá sem dúvida e com muita certeza do que é e para que serve. Além disso, se você perguntar a ele por que ele quebrou ou por que há uma “falha”, ele rapidamente o pesquisará e explicará a você sem gerar medo na resposta, se não na segurança, segurança completa sobre o assunto. Então você permanecerá calmo e saberá o que fazer.

No entanto, o paradoxo da vida é que se você perguntar a um médico que é, e para que serve o câncer, ou a suposta célula “maligna”, só poderá responder com conceitos narcisistas daqueles inimigo hipotético encontrados em seu corpo, nunca responderá o que é e para que serve; é por isso que quando você pergunta a um médico o que é o câncer e por que ele se originou, após o diagnóstico, duas ou três situações podem ocorrer: ou te assusta pelo diagnóstico letal, ou o medico fica com raiva e não responde (pelo grande temor e grande mistério que representa para ele) ou ele te diz que ninguém que ele conhece é salvo dessa doença maligna que ‘você contagia por acaso’ produto da má sorte.

No entanto, quem conhece a Nova Medicina Germânica, conhece e pode responder bem que é e para que serve qualquer tipo de câncer. Também facilmente irá dizer -lhe , que o câncer é um programa biológico com sentido pleno, que tenta adaptar uma área específica do seu corpo para passar por uma situação extremamente dramática, totalmente inesperada e que também é vivida em solidão. Durante essa fase, chamada “Fase Ativa” pela NMG ou Nova Medicina Germânica , uma área específica do seu corpo, estará se adaptando para tentar resolver e superar biologicamente essa situação, para entender isso, primeiro precisamos entender que tudo é real para o cérebro , seja um conflito real, onde exista perigo real ou simbólico. É por isso que devemos sempre fazer uma analogia nesse caso e equiparar “UM PEDAÇO DE ALIMENTO” a “UMA SITUAÇÃO”.    

Colon.jpg

Por exemplo: se eu engolir um pedaço muito grande de comida, meu corpo no estômago deve gerar muita acidez para tentar decompor o bocado ingerido, tentar decompor-lo e depois ser apreciado ou assimilado. Se eu não conseguir “digerir” essa bocado, meu corpo gerará um excesso de acidez através de mais células do estômago, produzindo ácido clorídrico para decompor o pedaço de comida que não avança. Da mesma forma agirá, se eu “engoli” uma situação que “meu chefe” pode me dizer o que fazer ao assinar um contrato de trabalho, mas desde um mês atrás ele está me tratando muito mal e hoje eu não consigo mais digeri-lo porque ele me disse que era bom para nada, e a partir desse momento eu estou com ódio em relação a ele. Naquele momento, apesar de não ter nada fisicamente no estômago, o cérebro entenderá que “a situação em que estou vivendo” não posso digeri-la e ativará um programa biológico para poder digeri-la da única maneira que ele sabe: “gerando mais ácido clorídrico” E se as células disponíveis não forem suficientes, neste caso, haverá uma proliferação celular, para criar mais células. Aqui está o famoso e “perigoso” (no sentido irônico) tumor, que aparece na forma de couve-flor ou tipo plano para gerar maior acidez e, assim, conseguir decompor “essa situação” indigerível para mim.

¿ Quem não teve azia e constipação antes de um exame? Obviamente, porque não conseguia digerir a situação e seu corpo se adaptou para ajudá-lo a digeri-la.

E quem não teve diarréia ao fazer um exame? Como depois de terminar de estudar ou entregar uma tarefa, o conflito está resolvido, eu já sou capaz de digerir a situação, pois não preciso mais continuar estudando ou perdendo tempo nesse projeto; portanto, digeri a situação e os alimentos estagnados no estômago, totalmente decomposto pelo alto nível de acidez, sai pelo intestino rapidamente gerando a famosa diarréia, porque consegui superar a situação neste caso, e no caso de uma situação que eu não consigo digerir, obviamente a diarréia virá ao perdoar ou dar uma solução real para o conflito biológico

Então retornando para o assunto do cólon, para que poderia aparecer um tumor secretor de ácido no cólon? Seria a pergunta.

Para isto é preciso primeiro entender o que é e para que serve o órgão e, em seguida, fazer uma analogia com uma situação.

O cólon é a última parte do intestino grosso através da qual a matéria já é mordida, engolida, digerida, assimilada e o que sobra é eliminado pelo cólon. Agora, que situação pode fazer meu corpo se adaptar para que eu precise de uma “AJUDA” do meu corpo para terminar de eliminar um resto de um bocado. Porque esse é o sentido biológico do cólon, elimine o desperdício .

Portanto, para eu ter que eliminar uma situação, devo primeiro tê-la engolido, digerido e assimilado, depois me arrepender e querer devolvê-lo ” .

Porque me sinto traído, enganado ou fodido ”. ÉSSA É A ÚNICA ORIGEM DO CÂNCER DE CÓLON, ALGUÉM ME FODEU E NÃO POSSO ELIMINAR A SITUAÇÃO, NÃO POSSO SUPERAR, POR QUE MEU GRANDE INTESTINO CRIARÁ UM TUMOR PLANO OU DE FORMA COUVE-FLOR PARA TENTAR DECOMPOR A SITUAÇÃO QUE NÃO POSSO DESFAZER DA MINHA VIDA E ESTÁ ME DESTRUINDO. A NATUREZA O QUE MAIS QUER É QUE VOCÊ ESTEJA FELIZ, É POR ISSO QUE O AJUDARÁ ATÉ O ÚLTIMO DIA DE SUA VIDA A DESAPARECER O BOCADO, E POR ESSO DIA A DIA O TUMOR DO COLON  CRESCERA ATÉ AS CÉLULAS QUE FORNECE SEJA SUFICIENTE PARA ELIMINAR O BOCADO QUE VOCE NÃO PODE ELIMINAR. UMA VEZ QUE A SITUAÇÃO FOI ELIMINADA DEFINITIVAMENTE, O CORPO ATIVARÁ AS BACTÉRIAS TB OU TUBERCULOSE PARA CASEIFICAR O TUMOR OU DECOMPOR-LO, ASSIM É, E AS BACTÉRIAS DIMINUIRÃO SOMENTE O TECIDO QUE FOI CRIADO DURANTE A FASE ATIVA E NÃO TEM MAIS UTILIDADE, ENTÃO VOCÊ VAI AO BANHEIRO, TERÁ GORDURAS FLUTUANDO COM SANGUE E ISSO SERÁ O TUMOR, QUE NÃO TEM MAIS SENTIDO BIOLÓGICO, PORQUE VOCÊ SUPEROU A SITUAÇÃO.

Para seu melhor entendimento, vou contar o caso de várias pessoas que compareceram à consulta para que você possa entendê-la melhor:

  • Primeiro caso: uma pessoa que nos consulta por um grande tumor no cólon e, após uma anamnese completa que é a coleta de dados sobre a vida da pessoa, descobrimos por que o tumor começou a crescer pelo seguinte: Seu pai havia lhe dito que, se ele casasse com sua esposa ia lhe dar a casa para ir morar. Tinha sido o sonho dele para sempre e o pai tinha sido promissor. É por isso que ele se casa com a esposa e o pai lhes dá a casa. Eles vão morar lá. Depois de um mês morando lá (já engolido, digerido e agora aproveitando a assimilação), seu pai aparece da noite para o dia e diz ao filho que ele deve sair amanhã porque sua “nova” namorada quer ir viver lá, então você deve sair de casa. Literalmente, seu pai “FUDEO” ele, para decompor essa situação feia, o cólon ativa o famoso programa conhecido como “câncer de cólon”.
  • Segundo caso: Uma mulher está planejando uma viagem à Europa com o marido para visitar a filha, que lhe deu as boas notícias de que estava grávida. Quando eles juntam o dinheiro com muito esforço, eles compram as passagens muito animados. Ao comentar para um casal amigo da viagem, esse casal pergunta se eles poderiam acompanhá-los, por serem grandes e não ousarem ir sozinhos, prometeram que, se fossem, não os incomodariam e não entrariam em nada da suas coisas. Depois de alguns dias de decisão, eles pensam e aceitam, mesmo que não tenham vontade. O problema veio que, quando chegaram o casal que não estava de boa saúde, reclamaram a viagem todo, com problemas de mobilidade e os impediu de apreciar a filha e a neta.. Não apenas isso, mas eles foram instalados na casa da filha e invadiram o lugar deles, e não podiam ter o que ele sonhava, “uma semana ideal com a filha e a neta”. Não se passou um dia em que a senhora não se queixasse com o marido e repetisse incessantemente “esse casal estragou a viagem ! ” Ao chegar em Buenos Aires e resolver o conflito de poder se livrar desse casal (ser capaz de eliminar a matéria fecal), o crescimento que ela teve no cólon durante a fase ativa do conflito não é mais necessário, porque ela já conseguiu eliminar o casal. , e agora está decomposto pelas bactérias da tuberculose. Dois dias depois ela teve sangramento normal, e foi isso que acabo de condená-la, devido ao susto, ela foi ao médico e foi informada sobre o câncer de cólon; se ela tivesse ido um mês depois, eles não teriam encontrado nada, porque a bactéria teria terminado de decompor todo o tumor.
  • Terceiro caso: um homem que estava sofrendo porque sua mãe tinha sido diagnosticada com câncer, e o protocolo médico significava ir a cada dia para um hospital longe de casa, tornando-se impossível continuar a trabalhar, é por isso que ele pediu ajuda a seus irmãos, revezando-se, levando sua mãe. Para sua surpresa, todos os irmãos não o ajudaram, dizendo-lhe que não podiam, que seus filhos exigiam muito tempo e dando desculpas para não ir.os irmãos deixaram sozinho ele com a “doença” de sua mãe, sem assumir o controle. A primeira coisa que ele disse e repetiu ao contar a seus amigos: esses irmãos maus “me traíram” eu não acredito, nunca pensei que eles fariam isso comigo. Obviamente tinha vivido um conflito biológico ativando o cólon para eliminar a situação de traição e nojento. A partir desse momento, o tumor começou a crescer no cólon. Com o passar dos meses, sua mãe decidiu deixar os tratamentos médicos invasivos que a estavam matando e conseguiu escapar felizmente a tempo. Como resultado, ele foi capaz de eliminar a situação “repugnante” da qual ele não podia sair. E aos poucos dias, ele teve sangramento nas fezes. Felizmente, conseguiu solicitar uma consulta de NMG conosco e entendeu tudo perfeitamente. Dissemos a ele que, para sua segurança, um exame medica foi feito dois meses depois, para garantir que ele não teria nada como o prevíamos, e assim foi, para sua surpresa, ele não tinha mais nada. O famoso tumor maligno diagnosticado pela medicina clássica havia desaparecido completamente, como se fosse “arte mágica”. Não tínhamos dúvida de que desapareceria enquanto a área não fosse invadida por protocolos médicos, uma vez que as bactérias com o sangramento nas fezes informavam que estavam funcionando, e como a situação havia acontecido, e a mãe estava bem. , ele não voltaria ao conflito.

Se você foi diagnosticado com câncer de cólon ou um conhecido seu, a primeira coisa que devemos eliminar é o medo do câncer, uma vez que a fatalidade do câncer existe apenas na mente dos médicos. Você vai pensar, mas eu vi muitas pessoas morrerem de câncer, eu perguntaria, você tem certeza de que elas morreram de câncer? Sim, é verdade que muitas pessoas depois de terem sido sentenciadas com o fantasma do câncer morrem, mas para explicar isso em detalhes, precisaríamos de várias aulas de Nova Medicina Germânica. Para resumir, as pessoas acabam morrendo por causa da quantidade de recaídas no conflito, por causa do grande medo, por causa da grande ignorância, por causa dos protocolos médicos que não são apenas muito invasivos, mas também são puro veneno, e qualquer biólogo pode confirmar essa afirmação; de fato, se você investigar o que é quimioterapia, perceberá que é puro veneno. O protocolo de quimioterapia, rádio e cirurgia é o que acaba esgotando a baixa energia que a pessoa tem para sobreviver, porque antes de tudo isso a pessoa estava muito cansada e só tinha que descansar,

ABAIXO, DEIXAMOS ALGUM VISÃO GERAL SOBRE A ORIGEM EMBRIANA DO CÓLON E OS CONFLITOS BIOLÓGICOS QUE O CONTINUAM DE ACORDO COM A NOVA MEDICINA GERMANICA.

O tecido do cólon (ou intestino grosso) pertence à camada embrionária do endoderma, controlada pelo tronco encefálico.

troncobr.jpg
tronco-relebr.jpg

Esse tecido é afetado por viver um conflito (DHS) de raiva indigesta e feia. Não poder eliminar algo, desagradável, repugnante, vil, uma expressão muito comum é: “eles me foderam!! “ 

Durante a fase ativa desse conflito: o que eles chamam de “tumor” cresce e aparece o que a medicina tradicional chama de adenocarcinoma. 

  • Tumor absorvente plano para absorver as reservas mais recentes com o objetivo de “persistir apesar da situação desagradável que não posso eliminar (engrossamento da parede). ou 
  • Tumor compacto tipo couve-flor para secretar mais sucos e decompor o bocado que pode OCLUIR

OCCLUSÃO e constipação podem aparecer no cólon DESCENDENTE

Uma vez resolvido o conflito: os consultores geralmente expressam que tiveram sangramento ou cólicas (que aparece na EPICRISIS, EC), provável suor noturno ou febre, é a Caseificação com Tuberculose (a degradação do “tumor” durante a Pcla) . Pode aparecer em solução: diarréia, cãibras, sangramento ocasional  

Infecção fúngica, diarréia do viajante, doença de Crohn, colite ulcerosa, ONDE as bactérias são expelidas do tumor cancerígeno.

Durante o último estágio do reparo (Pclb) ocorre a cicatrização. 


bolsabr.jpg

Você precisa de cirurgia?

Ou seja, com um diagnóstico de câncer de cólon, já estamos na fase de reparação de nosso conflito, então apenas devemos acompanhar o processo de reparo que nosso corpo está fazendo e nada mais (naturopatia, alimentação, etc). Cirurgia ou colocação de “ano contranatura” só trazem outros conflitos, como uma desvalorização de sim mesma, fazendo outras doenças, ou erroneamente chamado de “metástase”.

Nueva Medicina Germánica - Awaking Project

Dejar un comentario

Tu dirección de correo electrónico no será publicada. Los campos obligatorios están marcados con *

Ir arriba